A amora é fruto da amoreira silvestre ou silveira, uma planta medicinal com propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes. Suas folhas podem ser utilizadas como remédio caseiro para tratamento de osteoporose e cólicas menstruais.

 

A amora pode ser consumida fresca, em sobremesas ou em sucos que podem ser utilizados para ajudar a tratar diarreias e inflamações nas cordas vocais. Ela pode ser comprada normalmente em mercados, feiras livres e em lojas de produtos naturais.

 

A amora-silvestre serve para ajudar no tratamento de inflamações das mucosas da boca, inflamações de garganta, infecções urinárias, úlcera, inflamações cutâneas, rouquidão, inflamação na gengiva, artrose, controlar a glicose, infecções genitais e intestinais, normalizar a pressão arterial, melhorar as taxas de colesterol, prevenir a obesidade e estimular a memória.

 

A amora-silvestre possui propriedades diurética, antidiarreica, antioxidante, reguladora intestinal, cicatrizante, anti-inflamatória, bactericida, previne a osteoporose e diminui o risco de doenças cardíacas.

 

As partes utilizadas desta planta medicinal são: As folhas, flores, frutos e raízes.

 

  • Chá de amora: Usar 1 colher (de chá) de folhas secas de amora para 1 xícara de água fervente. Juntar as folhas de amora e a água fervida e deixar repousar por 10 minutos. Em seguida coar e tomar 2 xícaras por dia para tratamento de diarreia e cólicas menstruais.

 

  • Suco de amora: Usar 100 g de amora para 1 xícara de água. Após lavar as frutas bate-las no liquidificador juntamente com a água. Em seguida tomar sem coar.

 

Este suco de amora é indicado para ajudar no tratamento de osteoporose, porém quando aquecido e adoçado com mel pode ser usado para tratar rouquidão, inflamação nas cordas vocais ou amigdalites.

 

Os benefícios do chá de amora

 

Possui muito cálcio, dizem que 22 vezes mais que o leite, potássio, ferro, magnésio, proteína, zinco, fibras, levedura e antioxidantes (vitaminas C e E). Sabor muito agradável e fácil de tomar.

 

O seu poder antioxidante combate os radicais livres e todas as doenças relacionadas com a oxidação das células. Melhora as funções cerebrais, ajudando em quadros de depressão, fadiga e desânimo. Contribui para a beleza da pele e cabelo, inclusive combatendo a calvície.

 

Ajuda na prevenção e controle de doenças cardiovasculares e diabetes, assim como previne a osteoporose, melhora o funcionamento dos rins e fígado, inibe o acúmulo de gordura corporal e, especialmente, a gordura visceral, que oferece mais riscos para a nossa saúde. 

 

Melhora a circulação e o sono, controla a pressão arterial, equilibra os hormôniosatenuando os sintomas da TPM e da menopausa, baixa o colesterol, dores de cabeça e favorece o bom funcionamento do sistema digestivo, sendo ótimo para quem sofre com prisão de ventre (intestino preso) e, ainda, fortalece a flora intestinal.

 

Estudos indicam que o chá das folhas da amoreira ainda tem propriedades bactericidas, fungicidas, anti-inflamatórias e anticancerígenas. É ou não é uma maravilha?

 

O consumo

O chá de amora não apresenta contra-indicação, pode ser tomado quente ou frio durante todo o dia. Para fazer o chá, usa-se as folhas secas da amoreira, que podem ser encontradas em casas de produtos naturais e fitoterápicos.

 

Receita de chá de amora

Ingredientes: 1 litro de água fervente e 4 folhas de amoreira secas ou uma colher de sopa da folha triturada.

Modo de fazer: junte às folhas a água fervente, cubra e deixe descansar por alguns minutos e já pode tomar. Procure tomar esse litro durante as próximas 24 horas, depois disso ele perde as propriedades.

 

Amora